Pesquisar neste blogue

Número total de visualizações de página

segunda-feira, 8 de outubro de 2007

Por cá ..... Viseu, Guarda e Caramulo

Aproveitei o fim de semana prolongado de 5 Outubro para fazer uma pequena incursão pelo interior do nosso país...mais propriamente às beiras. Saí do Porto às 19 horas e 30 minutos de quinta feira e fui até Fornos de Algodres onde fiquei instalada, mais precisamente em Vila Ruiva ( entre a Guarda e Viseu ). A viagem não demorou mais do que 1 hora e 45 minutos sensivelmente. Nessa noite, e porque já era tarde fiquei pelo hotel.
Partimos no dia seguinte ( sexta-feira ) para a Guarda uma cidade que eu não conhecia, mas que me agradou bastante. Saliento como locais de visita a Sé com a estátua de D. Sancho I, fundador da cidade, mesmo ao lado. O largo é bastante bonito e tem alguns cafés onde se pode relaxar um pouco.


1- Sé Catedral
2-Pormenor do altar da Sé
3-Estátua de D. Sancho I
4-Largo da Sé Catedral
5-Taberna do Benfica

Aconselho a que, partindo daí, caminhem pelas ruas da cidade antiga, passem pelas portas do sol e visitem o Sr. António numa taberna verdadeiramente encantadora .....não vou entrar em questões futebolísticas..mas a taberna chama-se "Taberna do Benfica". Aproveitem para beber uma ginginha..vale a pena!!

Na Guarda, ou melhor, um pouco fora da cidade, aconselho-vos o restaurante Casas do Bragal ( http://www.casasd.%20obragal.com/ )A decoração, o ambiente e a comida são excelentes. Alerto apenas para o preço das refeições...um pouco elevado! De facto a qualidade é muito boa e o ambiente melhor ainda.
De qualquer forma sempre podem fazer uma refeição um pouco mais em conta, sem sair do centro histórico da Guarda, no restaurante "O Ferrinho " . O serviço é razoável e fica cerca de 13 euros por pessoa com entradas e sobremesas. Não recomendo o cabrito mas aconselho um prato tipicamente beirão : Guisado de javali servido num pote preto.

Nesse dia, e porque o fim de semana também era para descansar, voltamos para o hotel.

No sábado de manhã partimos para Viseu. Eu já conhecia a cidade mas confesso que fiquei espantada com o acentuado desenvolvimento da cidade. O centro da cidade é muito bonito e bem conservado. Muito agradável. Recomendo um passeio pelas ruas antigas da Baixa da cidade.


Viseu

A caminho de Nelas não deixem de visitar Póvoa Dão, uma aldeia medieval totalmente recuperada ( turismo de aldeia ), localizada a 14 Km de Viseu, na freguesia de Silgueiros, referenciada pela primeira vez nas inquisições afonsinas no século XIII. As casas foram sendo arrendadas e vendidas, sobretudo, claro está, a pessoas de fora da zona. É um sitio muito bonito, de onde se destaca o caminho romano que atravessa toda a aldeia. Um conselho que me foi transmitido pelos amigos que nos acompanhavam, Célia e João ( e a pequenita Joana ), é que não façam a viagem até esta aldeia de noite porque a estrada é má e a iluminação praticamente inexistente.











Póvoa Dão
Para chegarem a esta aldeia, vindo de Viseu, sigam pelo IP3 e sigam a saída para Parada de Gonta. Encontrarão depois sinalização para a freguesia de Silgueiros e para a aldeia de Povoa Dão. Se vierem de Coimbra sigam também pela IP3 e optem pela saída Nelas/Mangualde ( IC12 ) virando depois para Canas de Senhorim, seguindo a estrada de Beijós.Podem consultar http://www.povoadao.com/ .

Mas como o paladar também merece a devida atenção...recomendo o restaurante Póvoa Dão. Foi dos restaurantes onde comi melhor, até hoje. O espaço é muito bonito e acolhedor e a refeição é excelente. Recomendo os nacos na telha. Para sobremesa ( e aqui têm mesmo de esquecer as preocupações com o peso ) recomenda, quem provou, o pudim de requeijão com amêndoas. O leite creme que pedi estava muito também.


No último dia, Domingo, fizemos uma incursão pela Serra do Caramulo, mais precisamente ao Caramulinho. A subida exige algum esforço físico que acaba por ser largamente compensado uma vez chegados ao topo. O Caramulinho é um promontório granítico de onde se pode avistar a Ria de Aveiro até ao mar , as Serras da Freita, Arada e Montemuro a norte, a Serra da Estrela a Sudeste, o Buçaco e a Lousã a sul ( quando o céu estiver limpo sem nublosidade).




Vista do Caramulinho
Depois deste esforço físico sabe bem saborear uma boa refeição. Aconselho-vos o restaurante Nascer do Sol no Caramulo. Não tem nada a ver com os restantes restaurantes que vos fui recomendando. Em termos de decoração é um restaurante vulgar, bastante grande, próprio para grupos grandes...mas a comida é bastante boa e tipica da zona. Recomendo o bacalhau à nascer do sol ( http://nascer-do-sol.web.pt/ )